Como rezar o terço em latim

Examinando as estatísticas de acesso ao blog, percebi que muitas pessoas chegaram aqui pesquisando sobre como se reza o terço em latim. Sendo assim, na intenção de tornar o blog cada vez mais útil àqueles que o visitam, estarei, neste artigo, escrevendo sobre o assunto. Este, aliás, que nos é muito caro, pois, somente quando se começa a rezar o terço diariamente e com devoção à Santíssima Mãe de Deus é que se passa a dar valor a esta arma poderosíssima no combate espiritual. Damo-nos conta do que perdíamos resistindo à graça e não rezando o terço quando percebemos o quanto ele aumenta a nossa espiritualidade e o quanto é eficaz para nos afastar dos pecados graves. E o digo por experiência própria.

Em primeiro lugar, para rezar o terço, devemos saber cada uma das orações básicas. Ei-las:

Sinal da Cruz

Per signum crucis, de inimicis nostris libera nos Deus noster.

In nomine Patris et Filii et Spiritus Sancti. Amen.

Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-nos, Deus nosso Senhor, de nossos inimigos.

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Credo

Credo in unum Deum,  Patrem onipotentem factorem  coeli et terrae, visibilium omnium  et invisibilium.

Et in unum Dominum, Jesum  Christum, Filium Dei unigenitum,  et ex Patre natum ante omnia
saecula.

Deum de Deo, lumen de lumine,   Deum verum de Deo vero,  genitum, non factum,  consubstantialem Patri,   per quem omnia facta sunt.

Qui propter nos homines et propter nostram salutem,  descendit de coelis et incarnatus  est de Spiritu Sancto ex Maria  Virgine et homo factus est.

Crucifixus etiam pro nobis,  sub Pontio Pilato, passus et  sepultus est.
Et ressurrexit tertia die secundum  scripturas et ascendit in coelum,  sedet ad dexteram Patris.

Et iterum venturus est cum gloria  judicare vivos et mortuos cujus regni non erit finis.

Et Spiritum Sanctum Dominum  et vivificantem qui ex Patre  Filioque procedit.
Qui cum Patre  et Filio simul adoratur  et conglorificatur, qui locutus est  per prophetas.

Et unam, sanctam, catholicam  et apostolicam Ecclesiam.

Confiteor unum baptismum  in remissionem peccatorum.

Et expecto ressurrectionem  mortuorum et vitam venturi saeculi. Amen.

Creio em um só Deus, Pai onipotente criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis  e invisíveis.E em um Senhor, Jesus Cristo, filho unigênito de Deus, e nascido do Pai antes de todos  os séculos.Deus de Deus, Luz da Luz,  Deus verdadeiro de Deus verdadeiro,  gerado, não criado,  consubstancial ao Pai, por quem tudo foi feito.O qual, por causa de nós homens  e por causa da nossa salvação,  desceu dos céus e se incarnou  pelo Espírito Santo, de Maria Virgem e se fez homem.Também por nós foi crucificado, sob de Pôncio Pilatos, padeceu e foi sepultado.Ressuscitou ao terceiro dia segundo as escrituras e subiu ao céu,  onde está sentado à direita do Pai.

E de novo há de vir em sua glória julgar os vivos e mortos,  cujo reino não terá fim.

Creio no Espírito Santo,  Senhor que dá a vida e que procede do Pai e do Filho. Que com o Pai  e o Filho é adorado e glorificado, ele que falou pelos profetas.

Creio na Igreja, una, santa, católica  e apostólica.

Professo um só batismo para remissão dos pecados.

E espero a ressurreição dos  mortos e a vida do mundo que há de vir. Amém.

Pai Nosso

Pater Noster, qui es in coelis.
Sanctificetur nomen tuuum.
Adveniat regnum tuum.
Fiat voluntas tua, sicut in coelo et in terra.
Panem nostrum quotidianum da nobis hodie.
Dimitte nobis debita nostra, sicut et nos dimittimus debitoribus nostris.
Et ne nos inducas in tentationem, sed libera nos a malo. Amen.

Pai Nosso, que estais nos céus.
Santificado seja o vosso nome.
Venha a nós o vosso reino.
Seja feita a vossa vontade assim na terra como nos céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje.
Perdoai as nossas dívidas, assim como nós perdoamos os nosso devedores.
E não nos deixei cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

Ave Maria

Ave Maria, gratia plena, Dominus tecum.
Benedicta tu in mulieribus, et benedictus fructus ventris tui, Jesus.
Sancta Maria, Mater Dei, ora pro nobis peccatoribus, nunc et in hora mortis nostrae. Amen.

Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco.
Bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Glória

Gloria Patri, et Filio, et Spiritui Sancto. Sicut erat in principio, et nunc et semper, et in saecula saeculorum. Amen.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre, e pelos séculos dos séculos. Amém.

Oração de Fátima *

O pie Jesus, dimitte nobis debita nostra, libera nos ab igne inferni, perduc in caelum omnes animas, praesertim eas, quae misericordiae tuae maxime indigent.

O meu bom Jesus, perdoai a nossas dívidas, livrai-nos do fogo do inferno, conduzi aos céus todas as almas, e socorrei principalmente as que mais precisarem de tua misericórdia.

Salve Rainha

Salve, Regina, mater misericoridiae, vita, dulcedo, et spes nostra, salve.
Ad te clamamus, exsules filii Evae.
Ad te suspiramus, gementes et flentes in hac lacrimarum valle.
Eia, ergo, advocata nostra, illos tuos misericordes ocullos ad nos converte.
Et Jesum, benedictum fructum ventris tui, nobis post hoc exilium ostende.
O clemens, o pia, o dulcis, Virgo Maria. Amen.

Ora pro nobis, Sancta Dei Genitrix.
Ut digni efficiamur promissionibus Christi.

Salve, Rainha, máe de misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve.
A vós clamamos, os degradados filhos de Eva.
A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois, advogada nossa, estes vossos misericordiosos olhos a nós volvei.
E, depois deste destrerro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso verntre.
Ó clemente, ó piedosa, ó sempre Virgem Maria. Amém.

Rogai por nós Santa Mãe de Deus.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Para ouvir a pronúncia de algumas destas orações, sugiro que acessem o site Orações Católicas. Na parte inferior do menu da direita se podem encontrar os arquivos mp3. Aproveitem para explorar o site, que contém muitas outras orações.

Em seguida, devemos conhecer os mistérios:

Mysteria Gaudiosa

Mistérios Gozosos

Feria Secunda, Feria Quinta, Sabattum

Segunda-feira, Quinta-feira, Sábado

1. Quem, Virgo, concepisti.

2. Quem visitando Elisabeth portasti.

3. Quem, Virgo, genuisti.

4. Quem in templo praesentasti.

5. Quem in templo invenisti.

1. Aquele que, virgem, concebeste.

2. Aquele que, visitando Isabel, portaste.

3. Aquele que, virgem, deste à luz.

4. Aquele que, no templo, apresentaste.

5. Aquele que, no templo, encontraste.

Mysteria Dolorosa

Mistérios Doloroso

Feria Tertia, Feria Sexta

Terça-feira, Sexta-feira

1. Qui pro nobis sanguinem sudavit.

2. Qui pro nobis flagellatus est.

3. Qui pro nobis spinis coranatus est.

4. Qui pro nobis crucem baiulavit.

5. Qui pro nobis crucifixus est.

1. Aquele que, por nós, suou sangue.

2. Aquele que, por nós, foi flagelado.

3. Aquele que, por nós, foi coroado de espinhos.

4. Aquele que, por nós, carregou a cruz.

5. Aquele que, por nós, foi crucificado.

Mysteria Gloriosa

Mistérios Gloriosos

Feria Quarta, Dominica

Quarta-feira, Domingo

1. Qui ressurexit a mortuis.

2. Qui in caelum ascendit.

3. Qui Spiritum Sanctum misit.

4. Qui te assumpsit.

5. Qui te in caelis coronavit.

1. Aquele que ressucitou dos mortos.

2. Aquele que subiu aos céus.

3. Aquele que enviou o Espírito Santo.

4. Aquele que te ascendeu aos céus.

5. Aquele que nós céus te coroaste.

Estes são os mistérios tradicionais que, por tantos séculos, fecundaram a piedade cristã. Eu me recuso, com veemência, a aceitar as inovações que se queria introduzir através de novos mistérios ditos luminosos. Da parte do clero, a única intervenção que conheço foi a do Pe. Laguérie, superior do IBP, que “em plena comunhão”, soube dar uma resposta adequada a esta inaudita inovação. De fato, uma tradição tão firme e enraizada na Fé do povo cristão não necessita nenhuma “reforma”, nenhuma modificação. Assim como a Igreja é eternamente jovem, as suas práticas de piedade também o são. O que fortalecia a Fé dos medievais, também fortalece a nossa Fé neste século XXI, desde que nos apliquemos com o mesmo zelo que eles. O homem que vive nesta pós-modernidade precisa mais é aprender com os grandes varões do passado a respeitar as Santas Tradições do que inventar novidades. Aliás, esta ânsia de novidades é uma das piores doenças que ataca a nossa religião nestes dias de apostasia em que vivemos. Tudo tem de ser novo: a teologia, a liturgia, o catecismo, o código de direito canônico… E depois há quem negue que se haja infiltrado uma nova religião, humanista e relativista, tentando tomar o lugar da nossa santa e venerável Religião Católica. Ainda que os tais mistérios luminosos não representem uma heresia, somente os fatos de se inserirem no contexto das novidades pós-conciliares e de modificarem injustificadamente uma prática tão antiga, já nos é motivo para os rejeitarmos solenemente.

Eu não gosto de editar os artigos depois que os publico, mas vou acrescentar este parágrafo para suprir uma falha que somente observei agora. Eu me esqueci de citar a ordem em que se rezam as orações do terço. É algo que a maioria já sabe, mas não custa nada repetir aqui para o caso de alguém que esteja começando a aprender esta belíssima oração.

1. Sinal da Cruz

2. Oferecimento do terço

3. Credo

4. Pai Nosso, na conta grande

5. Três ‘Ave Maria’, em cada conta pequena

6. Glória

7. Oração de Fátima

A partir de então, começamos a meditar nos mistérios. Se rezamos o Rosário completo (três terços), em cada terço meditamos um conjunto de mistérios: gozosos, dolorosos e gloriosos. Se rezamos apenas um terço, no dia devemos observar o dia da semana em que nos encontramos para saber em quais mistérios meditar.

8. Pronunciamos o primeiro mistério

9. Pai Nosso, na conta grande

10. Dez ‘Ave Maria’, em cada conta pequena

11. Glória

12. Oração de Fátima

Assim procedemos para os outros quatro mistérios do terço.

Ao final, rezamos a ‘Salve Rainha’.

_____________

* notas: existem algumas variações para a tradução desta oração, mas preferimos traduzir ‘conduzi’ por ‘perduc’ e não ‘conduc’ pois o verbo perduco, -ere tem sentido mais forte do que conduco,-ere, significando conduzir até o fim. O termo ‘ misericordiae tuae’ às vezes se encontra como ‘misericordia tua’, sendo ambas corretas, uma vez que o verbo indigeo,-ere pode reger tanto ablativo quanto genitivo.

3 comentários em “Como rezar o terço em latim

  1. […] dia de hoje, menos de dois meses depois de publicado o artigo sobre como rezar o terço em latim, o mesmo já ultrapassou o número de 500 (quinhentos) acessos. Nada mal para uma língua que, […]

  2. […] as estatísticas de acesso ao artigo “Como rezar o terço em latim“, pude perceber o quanto aumentou o interesse pelo tema. Nos primeiros meses, as média era […]

  3. […] Uno de los artículos en portugués más leídos en este blog es el que enseña como rezar el rosari…. Probablemente esta traducción al castellano que ahora les presentamos será provechosa a los lectores de habla hispana. Así lo esperamos. El rosario es una de las oraciones más tradicionales de la Iglesia Católica y uno de los medios más importantes de salvación. […]

Os comentários estão desativados.