Horrível sacrilégio ao qual ousam chamar de “arte”

É simplesmente hediondo, nojento, abjeto. Um museu de “arte” em São Paulo, Brasil, expõe peças blasfemas que zombam de Deus e da Virgem Maria:

Proteste! Aborto, Blasfêmia e Sacrilégio na 31ª Bienal de Artes de São Paulo

http://ipco.org.br/ipco/noticias/aborto-blasfemia-e-sacrilegio-na-31a-bienal-de-artes-de-sao-paulo#.VCn_3XVdW1I

O homem moderno perdeu totalmente o temor de Deus? Sim. Mas não somente isto. Uma afronta deste nível não pode ser resultado apenas de falta de temor. O nível de maldade, de perversidade a que se chegou é fruto de um ódio contra Deus, um ódio revolucionário, satânico. Se tal zombaria fosse feita contra qualquer ser humano já seria de todo detestável e reprovável. Mas é feita contra o próprio Deus! Blasfêmias que clamam não por um castigo humano, mas sim divino.

Um comentário em “Horrível sacrilégio ao qual ousam chamar de “arte”

  1. […] brasileiro? E quantos outros atos de provocação direta a Deus foram feitos nestas terras: “mostras de arte” em que figuras religiosas são insultadas, imagens religiosas quebradas em via pública e usadas para imoralidades, programas […]

Os comentários estão desativados.