João Paulo I elogiou um satanista durante a mensagem do Angelus!

Em aproximadamente um mês de “pontificado” João Paulo I conseguiu causar algum escândalo? Comparado com Bergoglio e Wojtyła, por exemplo, Luciani não tem a menor chance de se destacar na destruição da Igreja. Mas, nem por isso ele passou em branco. Tomamos conhecimento, por meio do seguinte artigo, de que Albino Luciani elogiou, durante o Angelus do dia 17 de Setembro de 1978, ninguém menos que um maçom e satanista chamado Giosuè Carducci:

https://promariana.wordpress.com/2015/04/22/mattei-forgot-john-paul-is-part-in-the-conciliar-revolution/

O primeiro blog a expor a “façanha” de João Paulo I nos fornece mais informações, inclusive transcrevendo o “hino a satã” (isto mesmo, você não leu errado!) escrito por Carducci:

http://callmejorgebergoglio.blogspot.com.br/2015/03/john-paul-i-praises-satanist-during-his.html

Se alguém duvida do conteúdo do pronunciamento do referido Angelus, pode acessar o site do próprio Vaticano e conferir:

http://w2.vatican.va/content/john-paul-i/it/angelus/documents/hf_jp-i_ang_17091978.html

Sobre a relação de Carducci com a maçonaria e o satanismo, podemos escutar a reportagem da insuspeita televisão italiana RAI:

Pois era este maçom, satanista, anticlerical e inimigo da Igreja que João Paulo I apontava em seu Angelus como modelo de educador…

Os fatos dispensam comentários. Estamos diante de mais uma prova incontestável de que o Vaticano está tomado pelos inimigos de Cristo. Ou alguém, dotado de um mínimo de bom-senso, vai argumentar que não há grave problema em um suposto vigário de Cristo elogiar um poeta que louvava o maior inimigo de Cristo, que é satanás? Fiz a ressalva do bom-senso porque, de alguns contorcionistas que a gente conhece pela internet, qualquer coisa se pode esperar.