Por que a posição R&R não é Católica?

Durante a Semana Santa, não irei publicar artigos de apologética. Mas hoje ainda publico este artigo para convidar a uma séria reflexão, porque fomos enganados por muito tempo. Não é vergonha reconhecer que fomos enganados. Vergonha, e mais que isso, pecado contra o Espírito Santo, é conhecer a verdade e combatê-la. Estávamos de boa fé no erro, acreditando no que diziam aqueles padres de batina, rezando missa tridentina e falando em Cristo Rei. Mas, depois de tomar conhecimento do que a Igreja realmente ensina, é impossível ainda defender que o magistério, mesmo ordinário, pode conter erros contra a Fé e que podemos ignorar o que um verdadeiro papa ensina. Pelo contrário, se alguém, apesar de estar vestido com uma batina branca, utiliza-se do magistério, ainda que ordinário, para ensinar erros contra a Fé, então certamente se trata de um antipapa.

Recomendo primeiro assistir ao seguinte vídeo (ative as legendas):

Recomendo também os dois artigos a seguir, repletos de ensinamentos da Santa Madre Igreja:

http://rainhaddosmartires.blogspot.com.br/2017/02/citacoes-de-papas-e-teologos-igreja-nao.html

http://sedevacantismobrasil.blogspot.com.br/2016/10/exposicao-dos-erros-de-carlos-nogue.html

As citações são tão numerosas e com tanto peso que refutam completamente a posição “reconhecer e resistir”. É impossível alguém as conhecer e ainda assim sustentar que pode haver erro grave contra a fé no magistério ordinário, que somente as definições solenes são obrigatórias ou que os fiéis podem peneirar o magistério e obedecer aquilo que, segundo seu juízo particular, estaria em conformidade com a doutrina da Igreja.

Anúncios