A apostasia de Roma segundo o cardeal Manning

No mesmo sentido dos últimos dois artigos, recomendo a leitura das palavras do cardeal Manning sobre a prevista apostasia de Roma. É importante observar que este cardeal viveu no século XIX, sendo, portanto, livre de qualquer preconceito sobre as partes que agora disputam sobre a dita “igreja” conciliar. E, sem poder ser “acusado” de tradicionalista, ele descreve exatamente a situação em que vivemos e cuja gravidade os neoconservadores e tradicionalistas de linha média tentam minimizar.

Segue o texto, sendo que coloquei em destaque o trecho que descreve a situação da Igreja durante a grande perseguição:

Continuar lendo

Anúncios

Outras duas profecias sobre a apostasia atual

No último artigo, publicamos uma série de profecias sobre a apostasia que estamos vivendo desde o latrocínio Vaticano II. Atualizamos agora a lista com mais duas profecias que descrevem exatamente o que estamos vendo atualmente. São, desta forma, um importante aviso para que não nos deixemos enganar pelos artifícios da anti-igreja. São, também, um duro golpe no legalismo daqueles que exigem uma obediência cega a pessoas que vemos claramente que não possuem o mínimo de Fé católica e que trabalham abertamente para destruir a Igreja de Cristo.

Continuar lendo

A apostasia na Igreja Católica: profecias que a anunciaram.

Quando tratamos da enorme crise que a Igreja enfrenta atualmente, os neoconservadores logo lançam o escândalo: “Como podem dizer isto! Se a apostasia fosse tão grande como dizem os tradicionalistas, a Igreja teria deixado de existir. Se Roma estivesse no erro, seriam falsas as promessas de Cristo de que as portas do inferno não prevalecerão.” Com o slogan de “é impossível que…”, eles se mantêm na cegueira voluntária sobre a situação atual.

Apesar de toda propaganda neoconservadora, existem inúmeras profecias, reconhecidas pela Igreja Católica muito antes do conciliábulo Vaticano II, que descrevem uma apostasia tão generalizada que daria a impressão de que a Igreja teria deixado de existir visivelmente. A desolação que vemos hoje em dia, foi portanto, vastamente profetizada.

Para os que ainda não conhecem tais profecias, recomendo a leitura do seguinte artigo, que desmonta qualquer falácia dos neoconservadores e dos falsos tradicionalistas:

Continuar lendo

Bergoglio, Sínodo, destrucción de la familia, traición contra la Iglesia… ¿qué más necesita ocurrir?

Las últimas noticias venidas desde la Babilonia conciliar han sido alarmantes para gran número de católicos. Muchos aún no habian percibido lo cuanto el proceso revolucionario está avanzado.

Pero, el tal sínodo contra la familia es tan claramente anticatólico que hasta algunas eminencias de la iglesia oficial están escandalizados. Una noticia de la Radio Vaticana sobre el informe de este sínodo nos dice (los destaques son nuestros, así como los comentarios a continuación):

Con respecto a la posibilidad de acceder a los sacramentos de la Penitencia y de la Eucarística, algunos han argumentado a favor de la disciplina actual en virtud de su fundamento teológico, otros se han expresado por una mayor apertura a las condiciones bien precisas cuando se trata de situaciones que no pueden ser disueltas sin determinar nuevas injusticias y sufrimientos. Para algunos, el eventual acceso a los sacramentos debe ir precedido de un camino penitencial –bajo la responsabilidad del obispo diocesano-, y con un compromiso claro a favor de los hijos. Se trataría de una posibilidad no generalizada, fruto de un discernimiento actuado caso por caso, según una ley de la gradualidad, que tenga presente la distinción entre el estado de pecado, estado de gracia y circunstancias atenuantes.

48. Sugerir de limitarse a la sola “comunión espiritual” para no pocos Padres sinodales plantea algunas preguntas: ¿si es posible la comunión espiritual, por qué no es posible acceder a la sacramental? Por eso ha sido solicitada una mayor profundización teológica a partir de los vínculos entre el sacramento del matrimonio y Eucaristía en relación a la Iglesia-sacramento. Del mismo modo, debe ser profundizada la dimensión moral de la problemática, escuchando e iluminando la consciencia de los cónyuges.

http://es.radiovaticana.va/news/2014/10/13/paciencia_y_delicadeza_para_las_familias_heridas._no_a_soluciones/spa-830689

Continuar lendo

Bergoglio, Sínodo, destruição da família, traição contra a Igreja… o que mais precisa acontecer?

As últimas notícias vindas da Babilônia conciliar tem sido alarmantes para grande número de católicos. Muitos ainda não haviam percebido o quanto o processo revolucionário está avançado.

Mas, o tal do sínodo contra a família é tão claramente anticatólico que até algumas eminências da igreja oficial estão escandalizados. Uma notícia da Radio Vaticana sobre o relatório deste sínodo nos diz (destaques são nossos, assim como os comentários a seguir):

O Relatório aponta ainda a necessidade de “tornar mais acessíveis e ágeis os procedimentos de reconhecimento da nulidade matrimonial”, de incrementar a responsabilidade dos bispos locais e instituir a figura de um sacerdote que, adequadamente preparado, possa oferecer ‘conselhos’.
O documento formaliza também a hipótese de acesso à comunhão aos recasados, “desde que precedido por um caminho penitencial sob a responsabilidade do bispo diocesano, e com um claro compromisso em favor dos filhos”. “Esta possibilidade não pode ser generalizada, mas fruto de um discernimento atuado caso por caso”. “Se é possível a comunhão espiritual, por que não poder acessar à sacramental?” – questiona o Relatório.
http://pt.radiovaticana.va/news/2014/10/13/apresentado_relat%C3%B3rio_sobre_os_debates_do_s%C3%ADnodo_2014/bra-830691

Continuar lendo

Horrível sacrilégio ao qual ousam chamar de “arte”

É simplesmente hediondo, nojento, abjeto. Um museu de “arte” em São Paulo, Brasil, expõe peças blasfemas que zombam de Deus e da Virgem Maria:

Proteste! Aborto, Blasfêmia e Sacrilégio na 31ª Bienal de Artes de São Paulo

http://ipco.org.br/ipco/noticias/aborto-blasfemia-e-sacrilegio-na-31a-bienal-de-artes-de-sao-paulo#.VCn_3XVdW1I

O homem moderno perdeu totalmente o temor de Deus? Sim. Mas não somente isto. Uma afronta deste nível não pode ser resultado apenas de falta de temor. O nível de maldade, de perversidade a que se chegou é fruto de um ódio contra Deus, um ódio revolucionário, satânico. Se tal zombaria fosse feita contra qualquer ser humano já seria de todo detestável e reprovável. Mas é feita contra o próprio Deus! Blasfêmias que clamam não por um castigo humano, mas sim divino.

Frases de Bergoglio sobre o/el ecumenismo

Os neoconservadores gostam muito de minimizar os erros das autoridades da igreja conciliar. Quando um católico lhes apresenta um fato terrível da anti-igreja, logo sofre a acusação de estar exagerando. Por isto, são muito importantes os trabalhos de compilação de frases, os quais tornam impossível, mesmo para os mais hábeis e treinados sofistas, a enganosa defesa da inocência de certos modernistas. A insistência de alguém em dizer algo contrário à Fé Católica mostra que não foi um equívoco ou palavras mal empregadas em certo momento, mas sim que há a plena aceitação de tais ideias por aquela pessoa. Neste sentido, recomendo a leitura do artigo indicado no link abaixo, que contém uma longa lista de citações de Bergoglio. Palavras capazes tanto de causar inveja a qualquer modernista, quanto de destruir as teorias neoconservadoras. Lendo-as, ninguém pode dizer, honestamente, que Bergoglio não contradiz frontalmente a doutrina católica:

A los neoconservadores les gusta muchísimo disminuir los errores de las autoridades de la iglesia conciliar. Cuando un católico les presenta algún hecho terrible de la anti iglesia, pronto se le acusan de exageración. Por esto, son muy importantes los trabajos de compilación de frases, los cuales hacen imposible, aún a los más hábiles y entreinados sofistas, la engañosa defensa de la inocencia de ciertos modernistas. La insistencia de alguien en decir algo contrario a la Fe Católica muestra que no fue un equívoco o unas palabras mal empleadas en cierto momento, sino que existe la plena aceptación de tales ideas por aquella persona. En este sentido, recomiendo la lectura del artículo indicado a continuación, que contiene una larga lista de citas de Bergoglio. Palabras capaces tanto de causar envidia a cualquier modernista, cuanto de destruir las teorías neoconservadoras. Leyendolas, nadie puede honestamente decir que Bergoglio no contradice frontalmente la doctrina católica:

http://promariana.wordpress.com/2014/09/13/o-degrado-ecumenista-avanca-da-gaudium-et-spes-do-vaticano-2o-a-evangelii-gaudium-de-bergoglio/